Artigos

Tipos de exercício e a sua importância na Matemática

Exercitação
no ensino da Matemática

Neste artigo
falaremos dos tipos de exercício e a sua importância.

 Metodologia de ensino de matemática


 Tomando como base a definição do termo,
Exercitação é o acto de praticar uma habilidade ou capacidade já adquiridas.
Como se pode ver, este exercício é muito importante para todas as disciplinas
porque é que permite a consolidação e a solidificação dos conhecimentos dos
alunos.
Ainda neste artigo
vamos fazer uma abordagem do conceito com maior enfoque ao princípio de
elevação sistemática de nível de dificuldades, tipo de exercícios (testes) e
elaboração e resolução de problemas.
 A exercitação é o acto de praticar uma
habilidade ou capacidade para permitir o seu aperfeiçoamento.
A Matemática é uma
disciplina que, além de actividades práticas e concretas, envolve muitas outras
que exigem a abstracção.
 É neste contexto que a exercitação se torna
cada vez necessária para o aperfeiçoamento dos conhecimentos adquiridos na
disciplina. Todos conceitos matemáticos requerem a integração de tarefas
(exercícios) específicas para a solidificação dos conhecimentos.
Tomando em
consideração o princípio de que o ensino é centrado no aluno, o conjunto de
regras matemáticas e procedimentos matemáticos devem ser formulados pelos
próprios alunos e cabe ao professor, o papel de mediador do processo. Assim,
mais uma vez se mostra a importância da exercitação na disciplina.
Tipos
de exercícios:
 Na disciplina de Matemática existem exercícios
que, pela sua natureza, não se diferem dos de outras disciplinas (exercícios de
testes objectivos e testes subjectivos).
 Exercícios objectivos:

São aqueles em que o aluno escolhe uma
resposta entre alternativas possíveis.
Neste podemos encontrar:

(👉     Múltipla escolha:  que
consiste em apresentar uma afirma
ção incompleta, seguida de várias alternativas,
das quais apenas uma
é
que completa a ideia, ou seja, apenas uma
é que é sentença verdadeira.

   👉Verdadeiro-Falso: que consiste em apresentar várias
afirma
ções para indicar a
certas e as erradas.
👉Associação
consiste
: em apresentar duas rela
ções de frases, palavras ou símbolos para que os
alunos liguem (associem) os conceitos relacionados.
👉Exercício de completar:  espaços vazios (lacunas):
Este tipo de exerc
ícios
consiste em apresentar frases em que falta palavras ou express
ões importantes para
as dar sentido e que cabe aos alunos complet
á-las.

 👀Só para recordar:

A Matemática é uma
disciplina que, além de actividades práticas e concretas, envolve muitas outras
que exigem a abstracção.

É neste contexto que
a exercitação se torna cada vez necessária para o aperfeiçoamento dos
conhecimentos adquiridos na disciplina.
Todos conceitos
matemáticos requerem a integração de tarefas (exercícios) específicas para a
solidificação dos conhecimentos.

  Exercício
de evocação:

 Consiste em apresentar perguntas que exigem
respostas concisas, curtas e indiscutíveis.

 Exercício de Identificação:

Trata-se de um
exercício em que apresenta uma tabela, gráfico ou eixo cartesiano para o aluno
identificar o que se solicita.
Exercício
de ordenação:

 Este tipo de exercício consiste em apresentar
uma série de conceitos que devem ser colocados, podendo ser a cronologia
(crescente ou decrescente) complexidade ou a importância.
 Exercícios
subjectivos:

são exercícios que devem ser respondidos pelos
alunos a partir das suas próprias palavras, baseando nos conhecimentos já
adquiridos. Este tipo de exercícios também podem ser chamado exercícios
dissertativos.
São exercícios que
devem ser formulados de forma clara, mencionando as habilidades desejadas, usando
termos como:
Compare:
Relacione;
Descreva;
Argumente;
Resolva;
Explique;
Defina;
Resuma, etc.
Conclusão:
 Na medida possível, ao elaborar um teste
precisamos de observar estes pormenores para permitir que os exercícios que
constituem o teste sejam mais dinâmicos, encorajadoras e interessantes.
Os exercícios tem
como importância: a solidificação dos conhecimentos ou por outra verificar o
nível de aprendizagem do aluno. Sondar a fase de cumprimento dos objectivos
emanados no programa de ensino.
Referência
bibliográfica:
Muchanga, Carlos Eugénio, Simone, Helena Arnaldo, Leitão,
Jonasse Luís (MINEDH)

BAIXE TAMBEM:  Plano analítico, história 12ª classe

Leave a Response

error: Content is protected !!